O Vale das Sombras


Todas as cartas aqui colocadas, foram retiradas por mim, para meu conhecimento e aprendizado e as divido com vocês. Sintam-se à vontade para comentar se você passa por este momento também. Att. Fabiana Silva

Um lótus floresce em lama profunda e rica, na qual mergulha suas raízes e extrai grande nutrição. A partir dessa lama, feita de água e terra, o crescimento acontece e grande beleza se revela. O lótus de sua Alma floresce por meio da profundeza das emoções e da vivacidade de seu corpo, onde ela pode plantar seu Eu e abrir-se como um lótus de luz.


O lótus de sua Alma está florescendo. Assim como a planta que fica grande demais para o vaso em que foi plantada e requer mais solo para deitar suas raízes e continuar a crescer, o lótus de sua Alma precisa de um pouco mais de lama - um pouco mais de energia da terra e da água - para que possa crescer e brilhar.


Nos mundos espirituais, todas as coisas têm serventia. Tudo. Inclusive nossas emoções mais sombrias e partes de nosso corpo que talvez não consideremos aceitáveis. Elas são, na verdade, bom alimento para nossa Alma. A Alma anseia amar e apaixonar-se por todas as partes de você! Como um amante divino apaixonado, ela não quer nada oculto; antes, deseja tornar-se plenamente íntima, em nível espiritual, de todos os aspectos e partes de seu ser, independentemente de você os considerar louváveis ou não.


Isso talvez seja desafiador, porque pode ser um imenso desconforto visitar e conscientemente defrontar aqueles aspectos de nossa personalidade e nosso corpo que ainda precisamos de fato amar e aceitar. Ainda assim, você é orientado a abraçar isso neste momento.


Esse processo pode ser iniciado com uma aula ou dedicação a uma prática física que honre a parte sombria de sua natureza. Se você se considera uma pessoa introvertida, talvez deva começar a honrar o lado contrário a esse, a parte que precisa de comunidade e pessoas para florescer. Se você se considera uma pessoa silenciosa, talvez precise explorar como pode encontrar alegria por meio de som, música e energia, por exemplo. Se você se considera uma pessoa passional, pode ser benéfico encontrar aquela parte de si mesmo que é calma e está satisfeita com as coisas exatamente como elas são neste instante.


Esse jogo interno não pretende dizer que quem você é hoje não é suficiente; trata-se de reconhecer que você é aquilo que acredita não ser - e encontrar uma forma de vivenciar isso com consciência e amor. Ele visa acessar as partes de você que ficaram escondidas em um vale de sombras e agora se preparam para ser reveladas e vividas como parte do ser belo e total que você verdadeiramente é.


Em especial, este oráculo pede-lhe para dar atenção àquilo que pode proporcionar mais foco a sua vida emocional e física - talvez por meio da arte, da criatividade, escrevendo seus sonhos em um diário, criando colagens ou dedicando-se à dança ou a outras formas de movimento. Seu espírito precisa florescer neste momento.


Cura pelo Vale das Sombras


Sente-se com seu diário e escreva cinco coisas que você admira em outra pessoa, mas não acredita ser ou ter dentro de você, e, em seguida, faça o mesmo com cinco coisas que você não gosta em outra pessoa, mas não consegue reconhecer em si mesmo.


Diga: "Pela graça de Kuan Yin e com o propósito curativo de nutri-me com mais luz da Alma, mostre-me agora como posso reclamar essas partes perdidas do eu e vivê-las com consciência e amor".


Reserve alguns instantes para imaginar como as belas partes luminosas que você vê em si poderiam ter uma oportunidade de começar a crescer. Por exemplo, se você gosta das habilidades que vê em outra pessoa, poderia comprometer-se a experimentar algumas aulas para ver onde residem seus próprios talentos ocultos.


Dedique também alguns instantes para imaginar como as partes sombrias que você vê e não gosta nos outros poderiam ser reconhecidas e perdoadas em você e possivelmente transformadas em expressões mais conscientes. Um exemplo poderia ser a raiva, que pode ser transformada em um antagonismo saudável que estabelece limites firmes com amor.


Reconheça sua coragem de fazer este trabalho e agradeça por seus próprios esforços e pela graça divina que o auxiliará na jornada para uma automanifestação mais ampla.


Uma Oração por Auxílio ao Longo do Vale das Sombras


Rogo a Kuan Yin, amada mãe espiritual, que, por favor, ajude-me a ser destemido no Vale das Sombras, percebendo que estou apenas crescendo em autoconsciência e que tudo quanto se tornou feio por falta de amor cintilará como uma joia polida por intermédio de minha atenção, disposição para amar e aceitar todas as partes do meu ser, e de minha criatividade de inspiração divina para integrar essa parte de mim em minha vida com mais consciência. Om Mani Padme Hum. Que todas as partes do meu ser sejam abençoadas. Om Mani Padme Hum.

44 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo