A Radiante Lua de Compaixão


Todas as cartas aqui colocadas, foram retiradas por mim, para meu conhecimento e aprendizado e as divido com vocês. Sintam-se à vontade para comentar se você passa por este momento também. Att. Fabiana Silva

Kuan Yin senta-se sobre uma Radiante Lua de Compaixão, derramando a força espiritual necessária para você libertar-se das energias de vibração inferior do medo e do julgamento, passando à vibração da liberdade, do amor e da paz, que é sua condição natural. Você está sendo instado a usar esse poder agora para crescer espiritualmente e libertar-se de uma situação que poderia diminuir seu padrão vibratório.


No momento você está enfrentando energias de ver vibração mais densa. Isso não é ruim - na verdade, você atraiu essa situação para que possa crescer espiritualmente! Kuan Yin está com você para garantir que saia vitorioso.


Essas energias de enfrentamento podem parecer externas, na forma de uma pessoa, um lugar, uma coisa ou uma situação, um relacionamento atual ou passado. Elas podem parecer internas, na forma de um hábito de insegurança, de julgar a si mesmo ou de julgar e criticar os outros.


Você pode escolher entre permitir que essas energias o puxem para baixo, para o medo e o julgamento, ou escolher crescer espiritualmente pela prática da compaixão e libertar-se, alcançando maior paz, amor e liberdade. Kuan Yin brilha através de sua Radiante Lua da Compaixão, chegando até você para nutri-lo e elevá-lo, para ajudá-lo, quando você escolhe elevar-se, tornando-se espiritualmente mais forte.


Compaixão não significa tornar-se um capacho ou envolver-se com o sofrimento emocional ou mesmo com as manipulações ou jogos que outra pessoa possa tentar fazer a partir de um estado em que se encontra ferida e parcialmente consciente. Não significa desmoronar em empatia e tentar resgatar a outra pessoa de suas próprias escolhas e experiências de vida.


Compaixão é reconhecer o poder que todas as almas têm de cocriar sua experiência de vida. Compaixão também é o reconhecimento da luta que a humanidade pode vivenciar no processo de crescimento espiritual, uma compaixão gentil e amorosa por toda a humanidade, não a partir de uma posição de arrogância espiritual, mas de uma posição de bondade generosidade de espírito. A Compaixão realinha-o à luz de sua alma, a seu próprio poder espiritual, e o eleva a uma condição de liberdade. Permita que a amada Mãe faça brilhar sua Radiante Lua de Compaixão em seu coração neste momento para ajudá-lo a libertar-se do julgamento e voltar à sabedoria, ao discernimento e à paz. Você não merece menos que isso.


Cura com a Radiante Lua de Compaixão


Sente-se em silêncio com os olhos fechados e concentre-se em seu coração. Imagine que a luz do coração torna-se cada vez mais intensa, até irradiar sua luz sobre o problema, situação ou circunstância de natureza vibracional inferior em sua vida. Você conhecerá essa situação pela reação que ela evoca em você - de medo, dúvida, julgamento, raiva ou culpa e vergonha. Imagine que no interior dessa luz do coração queima uma lua vibrante, radiante de compaixão. A luz do coração ilumina com seu brilho a situação em pauta, trazendo à tona a verdade sobre ela que antes se escondia sob medo, julgamento ou ilusão.


Sussurre o seguinte, de todo o coração: " Amada Mãe de Compaixão, Kuan Yin, ajuda-me neste momento em que irradio a luz de meu coração, repleta da luz de tua Radiante Lua de Compaixão, sobre todos os aspectos desta situação. Que ela seja abençoada com tua Compaixão Divina. Que todos os envolvidos vejam mais claramente e elevem-se acima da dor de seu ego, passando à tolerância, à compreensão e à paz. Possa a luz suave de sua graça compassiva trazer cura neste instante. Que assim seja. Om Mani Padme Hum".


Oração da Radiante Lua da Compaixão


Amada Kuan Yin, tua Compaixão fortalece-te com energia, paciência, paz e amor infinitos. Derrama tua luz sobre mim e ajuda-me encontrar minha compaixão para que eu possa elevar-me acima das energias de medo ou julgamento para um estado de maior compaixão que me liberta para viver minha própria vida em paz. Brilha sobre mim, amada Radiante Lua de Compaixão. Om Kuan Yin. Om Mani Padme Hum.

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo